Quarta-feira, 4 de Abril de 2007

Uma História começada em Lisboa e acabada em Cabrela (concelho de Sintra)

 

Mês de Junho, Arraiais Populares de Lisboa, Largo Martim Moniz.

 

Nessa altura, a configuração desta praça não tinha nada a ver com o que é hoje.

 

Aliás, vocês ficariam abismados com as transformações que toda aquela zona sofreu desde os anos 50 até à actualidade. Talvez eu venha a pôr alguma coisa disso no meu outro blog (http://visitante.blogs.sapo.pt/), valendo-me do extenso espólio fotográfico do Arquivo Municipal de Lisboa.

 

Mas até lá, vira o disco e toca a música...

 

Conforme foi dito mais acima, estávamos no mês de Junho e decorriam os Arraiais Populares de Lisboa.

 

O palco estava montado no lado poente da praça (à direita de quem vem da Rua da Palma e se dirige para a Praça da Figueira), e não tinha qualquer cobertura.

 

Pois bem, estávamos nós todos satisfeitos a tocar e o pessoal todo divertido a dançar as marchinhas populares apropriadas ao evento...

 

... quando São Pedro (provavelmente enciumado de tanto falarmos apenas de Santo António) se decidiu a mandar uma daquelas "cargas d'água" só possíveis em plena época estival, que não fazem grande mossa, mas molham! - e de que maneira!!!

 

Choveu durante uns bons trinta minutos...

 

... e como o palco não tinha qualquer cobertura, o material ficou todo encharcado, o que desde logo nos impediu de continuar a actuação.

 

(Valeu aos organizadores que era já 01:00 da madrugada, pelo que não houve grande prejuízo para eles...)

 

Entretanto, eis "cinco gatos pingados", molhados dos pés à cabeça, a arrumarem as suas coisas e maldizendo as suas vidas no mais sonoro e colorido vernáculo possível.

 

No dia seguinte, a banda chegou a Cabrela (Sintra). E chegou BASTANTE MAIS CEDO...

  

... pois, passado um bocado e para quem quisesse ver, a banda estava a dar uma "matinée" extra...

 

... Com efeito, quem naquela tarde passasse pela colectividade da Cabrela, poderia apreciar o espectáculo de cinco maganos em cima de um palco, de cu para o ar, armados de maciças doses extras de paciência e de... SECADORES DE CABELO  nas mãos, assestados aos  instrumentos todos desaparafusados e com as electrónicas entranhas expostas...

 

Felizmente, o material "sobreviveu" à chuvada e os músicos, apesar do "duche extra" da noite anterior, escaparam às gripes (que não as havia "das aves" na altura).

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Singin' in the Rain"

Publicado por Visitante às 11:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
1 comentário:
De MJose a 7 de Setembro de 2007 às 02:06
Ai....
Apesar de ser meio tarde, vim por aqui reler soltar!
Não tenho (luz - ideia alguma) sobre esa terra :)
Mas so de imaginar essa cena,,, enfim!
Escrevo e não consigo parar de rir!
É que depois de uma valente carga de água...
uma trabalheira dessas... todos de secador na mão

É de deixar qualquer um de (traduzo - cabelos em pé!!!)
Será que me lembrei disto por causa dos secadores ou da chuva???

Vou fugir daqui que estes bonecos são terríveis!!!
Apetece sempre colocar mais um!
Aí vai!


E aqui não há volta a dar...




Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Uma história em Catraia d...

Uma História em Inguias (...

Uma História em Serreira ...

Uma história em Fundada (...

Uma História em Murteira ...

Uma História em Fonte Boa...

Uma história nos Foros de...

Uma História entre Setúba...

Uma História em Terena (C...

Uma História (em várias v...

Arquivos

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Já assistiram ao espectáculo:

Web Hit Counter
Instant Cash Advance

Número de Espectadores Presentes:

online
SAPO Blogs

subscrever feeds