Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

Uma história em Fundada (Concelho de Vila de Rei)

 

 

Noite de verão, arraial ao ar livre.

 

A banda chegou, descarregou, montou, ligou... enfim, a rotina de sempre... e tocou.

 

O arraial realizava-se no largo principal, situado ao lado da Estrada Nacional 2, que liga Vila de Rei a Abrantes, mas sobreelevado em relação a esta. Como tal, e por óbvias razões de segurança, o largo era delimitado por um parapeito de pedra.

 

Antes de continuar a história, deixem-me dizer-vos que a vida de cinco músicos de baile é feita de muitos ensaios, muitas canções, muitos quilómetros de estrada... e muitas patifarias, também!...

 

Pois bem, estava eu a dizer que a banda tocou.

 

Lá estávamos nós a executar, com mais pundonor do que talento, os êxitos populares em voga naquela altura, e o pessoal dava o seu pezinho de dança, enquanto ao redor do recinto se viam os espectadores mais recatados, mas igualmente interessados.

 

Entre eles, estava o nosso motorista: Um metro e sessenta de altura, cara bonacheirona e corpo gordinho q.b., resultado de boa mesa e melhor álcool...

 

Mais um à-parte: como não tínhamos dinheiro nem para mandar cantar um cego, quanto mais para comprar uma carrinha, optávamos por assegurar os serviços de alguém que dispusesse de uma, a troco de algum "couro e cabelo"...ARHAM!... aaa... quero dizer... escudos por quilómetro percorrido.

 

Voltando ao nosso motorista...

 

Ali estava ele, com um ar sorridente, a assistir à nossa actuação.

 

Chegou o momento de actuar o rancho folclórico. Óptimo, dissemos nós, pois isso implicaria uma sempre bem vinda paragem de, pelo menos, uma hora.

 

É preciso não esquecer que a actuação de um grupo de baile pode durar cinco horas...

 

E os músicos foram sentar-se no parapeito do largo, ao lado do nosso motorista, que, com a sua cara bonacheirona, sorriso aberto e corpo "redondinho", batia palmas ao ritmo da chula debitada pelos músicos do rancho.

 

Mas houve um músico que não se juntou àquele grupo...

 

Com efeito, o "tal músico de 1m80 de altura e mais de 100 kg de peso" (adivinhem quem  ...) tinha o costume de dar um passeio a pé pelas redondezas, com o fito de conhecer melhor a localidade e, também, arejar um pouco.

 

Ao passar na berma da Estrada Nacional 2, por baixo do dito parapeito, viu o motorista ali sentado (com metade do traseiro, qual lua cheia, fora do parapeito...). Sorriu perante o cómico do quadro.

 

Ao olhar para o chão, viu uma vara de eucalipto com cerca de 2 metros de comprimento ali tombada.

 

Voltou a olhar para cima... ... e não resistiu à ideia diabólica que de chofre lhe ocorreu!!!

 

Pegou na vara, transformando o COMPRIMENTO em ALTURA...

 

... e espetou-a numa das bochechas daquele rabo gordo !!!

 

Ao sentir o toque, o pobre homem, como que impelido por uma mola, saltou do parapeito e deu uma curta corrida em passos simiescos, enquanto os músicos riam a bandeiras despregadas .

 

Bufando de fúria, o pobre homem ainda olhou para o autor da brincadeira... mas de imediato lhe passou a "braveira", e começou a rir-se também.

 

Foi uma das patifarias mais cómicas que alguma vez se viu naquele conjunto!!!

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Ass Like That" (Eminem)

Publicado por Visitante às 17:04
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Uma história em Catraia d...

Uma História em Inguias (...

Uma História em Serreira ...

Uma história em Fundada (...

Uma História em Murteira ...

Uma História em Fonte Boa...

Uma história nos Foros de...

Uma História entre Setúba...

Uma História em Terena (C...

Uma História (em várias v...

Arquivos

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Já assistiram ao espectáculo:

Web Hit Counter
Instant Cash Advance

Número de Espectadores Presentes:

online
SAPO Blogs

subscrever feeds